Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

EMPRESA CRIA FORMA INOVADORA DE COMBATER PIRATARIA EM SEU JOGO

30/04/2013

Para um pequeno estúdio de desenvolvimento de jogos chamado Greenheart Games, a melhor alternativa para combater a pirataria é com mais pirataria. A empresa lançou um game chamado "Game Dev Tycoon", que simula a experiência de desenvolvimento de jogos e criou um método único para evitar que o jogo fosse distribuído ilegalmente: fazer com que o jogador sinta na pele os efeitos da distribuição ilegal dos games.

Para isso, a empresa desenvolveu duas versões do jogo. A primeira delas, vendida no site da empresa, é a original, que roda sem problemas. Já a segunda foi alterada e liberada propositalmente nos sites de compartilhamento de arquivos. Nesta versão, a pessoa joga normalmente até um ponto onde os jogos mal conseguem pagar os investimentos, de tanto que ele é compartilhado ilegalmente na internet.

Segundo post no blog da companhia, após um dia do lançamento do "Game Dev Tycoon", 93% das pessoas obtiveram o jogo por meios ilegais e sofreram com os problemas da versão alternativa do jogo.

Os criadores afirmam que eles poderiam ter simplesmente avisado a quem baixou irregularmente o game que a versão era irregular, mas decidiu optar pela abordagem inovadora. "Não quisemos deixar passar a oportunidade de ´segurar um espelho´ na frente deles e mostrá-los o que a pirataria faz com os desenvolvedores de jogos".

Reprodução

Após algumas horas de jogo com a cópia ilegal, a seguinte mensagem surge: "Chefe, parece que apesar de muitos jogarem nosso novo game, eles o roubam fazendo download de uma versão crackeada em vez de o comprarem legalmente. Se os jogadores não comprarem os games dos quais eles gostam, nós iremos à falência mais cedo ou mais tarde =(". A partir de então, o jogador pode investir para criar os melhores games possíveis, mas a receita que receberá em troca será muito baixa.

Curiosamente, os criadores do jogo logo perceberam que muitos dos que baixaram o jogo em vez de pagarem os US$ 8 necessários para obter o game legalmente estavam reclamando em fóruns dos problemas que a pirataria gera no jogo.

O game faz com que o jogador atravesse a história do desenvolvimento de jogos, permitindo a simulação de experiência de criação de games desde os anos 80 até os dias atuais. O problema da pirataria começa a surgir na época em que os jogos em mídias como CDs começam a se popularizar, como no período do PlayStation 1.
 
 
 
Fonte: Olhar Digital

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar