Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

TVS ´ULTRAHD´ CONECTADAS À INTERNET SÃO A APOSTA DA PHILIPS E DA SAMSUNG

23/04/2013

Sardenha - No esforço de escapar da crise que aflige o setor, Samsung e TP Vision (proprietária da tradicional marca Philips) apresentaram aqui na Sardenha, durante o Encontro Internacional de Imprensa - IFA, suas visões de como será a próxima geração de TVs.

O CEO da Philips Consumer Lifestyle, Wiebo Vaarties, disse que 50% das TVs vendidas na Europa daqui a dois anos serão conectadas, as chamadas Smart TVs. A aposta nisso é tão grande que 80% das TVs Philips este ano possuem esse recurso. 

A TP Vision também é uma das fundadoras da Smart TVs Alliance, entidade que propõe a adoção de  plataformas padrões que facilitem a produção de aplicativos para TVs inteligentes - hoje um app precisa ser praticamente refeito conforme a marca da TV. 

Em 2012, disse, 76% dos consumidores Philips usaram aplicativos de suas smart TVs mais de 25 vezes por mês. O recurso líder é o que permite gravar um programa. Segundo o executivo, mais de 100 mil horas por mês de conteúdo sao vendidos em TVs da marca.

Segundo Vries, os modelos de 46 a 48 polegadas irão dominar o mercado, dentro da tendência de tela maiores que as fabricantes têm notado nos últimos anos.

A Philips também acredita no conceito da segunda tela. A empresa demonstrou como funcionam os recursos Wi-Fi Miracasta (que transmite para a TV conteúido de dispositivos móveis); o My Remote (reproduz o que está passando na TV no ipad ou iPhone, dentro da mesma rede); e Multi Room (transmissão a partir da TV principal para uma secundária no mesmo ambiente).

Ultra HD

Já a Samsung aposta em fazer da TV um aparelho mais proativo. A novidade para 2013 será um modelo capaz de sugerir conteúdo com base no que o usuário está assistindo. A TV possui dois receptores. Com isso, é possível assistir a outro programa por meio de um aplicativo para tablets.

Além disso, por meio do reconhecimento de voz, ela pesquisa programas e filmes a partir do nome de um diretor ou ator, explicou Michael Zoeller, diretor sênior de vendas e marketing TV/AV da Samsung Europa.

Ele também defendeu a entrada rápida das TVs com resolução UltraHD (4x a resolução HD atual), devido ao aumento das telas. No entanto, admite que "ainda não há conteudo, nem padrão disponíveis".

"No Blu-ray é possível inserir UltraHD, mas não há planos. Também precisamos de um novo sistema digital de direitos autorais (DRM) dentro do protocolo HDMI", explicou.

No entanto, Zoeller disse que as novas TVs serão capazes de fazer upscalling (aumento artificial da qualidade) da imagem, oferecendo ao telespectador a sensação de maior detalhamento. Com isso, espera, haverá uma migração para a nova tecnologia.
 
 
 
Fonte: PCworld

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar