Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

FATURAMENTO DA MICROSOFT SOBE 18%. DIVISÃO WINDOWS CRESCE 23%

19/04/2013

 


 
 
 

A Microsoft anunciou hoje o resultado do seu terceiro trimestre fiscal de 2013, reportando receita total de 20,49 bilhões de dólares e ganhos por ação de 72 centavos. O lucro líquido do trimestre fechou em 6,06 bilhões de dólares. No mesmo período do ano anterior a receita total da empresa foi de 17,41 bilhões de dólares, o lucro líquido foi de 5,1 bilhões e o ganho por ação de 60 centavos.

Durante o anúncio dos números do trimestre, o CFO da Microsoft, Peter Klein, comunicou que está deixando a empresa no final do ano fiscal, que encerra em junho, depois de 4 anos no cargo e 11 anos na companhia. O nome do substituto de Klein será anunciado nas próximas semanas.

As receitas de todas as divisões da empresa cresceram com relação a 2012. A divisão Business, que inclui o Office, cresceu 8%, para um faturamento de 6,32 bilhões de dólares. O crescimento, depois dos ajustes sobre reconhecimento de receita gerada por ofertas de upgrade e descontos, ficou em 5%.

A divisão de Server & Tools teve faturamento de 5,04 bilhões de dólares, 11% acima do ano passado, ajudada principalmente por crescimento de vendas do SQL Server e System Center.

A divisão Windows teve receita de 5.7 bilhões de dólares, 23% superior ao faturamento de 2012. A receita no entanto, quando ajustada com o reconhecimento dos descontos dados pelas ofertas de upgrade ficou no mesmo patamar que no ano passado. A divisão inclui também a venda de tablets Surface. Segundo a Microsoft, o resultado do terceiro trimestre já reflete a venda dos tablets, que está estimada na casa de 2 mihões de unidades até agora.

As áreas de Online Services (que inclui receita de publicidade online)  e Entertainment e Devices (jogos), cresceram, respectivamente, 18% e 56%. A venda de publicidade online cresceu 22%.

Os resultados da Microsoft foram anunciados uma semana depois que o instituto de pesquisas IDC divulgou estudo apontando queda de 14% nas vendas de PCs no primeiro trimestre de 2013 (equivalente ao terceiro trimestre da Microsoft). A queda, a maior registrada até hoje nesse mercado, foi reputada parcialmente a "aceitação fraca do Windows 8".
 
 
 
Fonte: Idgnow

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar