Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

FILTRO PERMITE MONITORAR E BLOQUEAR EMPRESAS RASTREADORAS NA INTERNET

17/04/2013

A Disconnect, start-up situada em Palo Alto, Califórnia, que lhe permite monitorar quem está rastreando seus dados na internet, lançou nesta semana uma nova ferramenta para proteger seu histórico de navegação.

A nova extensão da empresa funciona no Chrome e no Firefox e promete bloquear uma rede invisível de aproximadamente 2.000 firmas de monitoramento.

A maior parte do rastreamento está em forma de anúncio: Se você visitou uma página de produtos para acampamento no fim de semana, por exemplo, não se surpreenda se encontrar um anúncio de botas para escalada ao se conectar a um portal de notícias na manhã seguinte --ou até mesmo ao abrir o seu Facebook.

É uma estratégia de publicidade digital chamada "retargeting", que usa anúncios direcionados para cada internauta baseado em seus históricos de navegação.

O Facebook é um dos sites que usam essa técnica, e seus parceiros anunciantes estão testando maneiras cada vez mais precisas de lhe empurrar anúncios referentes àquilo que você procura quando está fora da rede social.

O filtro da Disconnect, que começou a ser construído há dois anos por Brian Kennish, um ex-engenheiro do Google, busca controlar esse tipo de publicidade direcionada.

"Estamos impedindo o fluxo de dados enquanto você navega na internet", disse Kennish, também um dos co-fundadores da start-up. Dessa forma, "anunciantes de terceiros não tem acesso ao seu comportamento online."

O novo filtro da Disconnect é parte de uma safra emergente de ferramentas de privacidade que têm em mente os consumidores ávidos pela proteção de suas informações pessoais na rede.

A maioria dessas empresas --Abine e Ghostery são outros exemplos-- oferecem uma versão básica gratuita de seus produtos e cobram por outras mais avançadas. A Disconnect lhe permite escolher o quanto você quer pagar para utilizar o recurso.

Esses filtros de rastreamento são diferentes do tão discutido Do Not Track, presente na maioria dos navegadores e que pretende dar aos usuários uma forma de controlar se seu histórico pode ser usado para anúncios direcionados.

Anunciantes lutaram bastante contra isso. E, no momento, mesmo se um consumidor aciona a funcionalidade Do Not Track em seu navegador, eles não são obrigados a respeitá-la.

O filtro da Disconnect impede os rastreadores de uma vez. Também mostra quantas e quais são as empresas que trabalham coletando informações dos sites que você visita.

Ele permite o funcionamento dos chamados rastreadores de primeiros --que é como a Amazon, por exemplo, consegue lhe fazer recomendações de novos livros baseadas naqueles que você já leu. Mas, ao mesmo tempo, bloqueia o acesso de outras companhias a sua navegação.

Você continua vendo anúncios. Mas eles deixam de refletir o seu comportamento na internet.
 
 
Fonte: Folha

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar