Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

NVIDIA ANUNCIA A GEFORCE GTX 650 TI BOOST, UMA GPU DE BAIXO CUSTO

27/03/2013

A Nvidia disparou nesta terça-feira mais um tiro na batalha pelo mercado de GPUs. A empresa e sua rival AMD decidiram que a capacidade de rodar jogos populares a pelo menos 30 quadros por segundo em resolução Full HD (1080p) é o “ideal” para a maioria dos consumidores, e seus projetistas estão competindo para construir as melhores GPUs capazes de atingir este nível de desempenho com preço na faixa dos US$ 150 (nos EUA).

Embora ambas as empresas satisfaçam de bom grado os desejos de gamers que demandam cada vez mais desempenho e podem pagar por isso, é nos produtos para o “público em geral” que está a maior parte do lucro. E é justo declarar 1080p como algo para o público em geral, já que esta é a resolução da maioria dos monitores de 23 e 24 polegadas disponíveis ao consumidor. 

Na semana passada a AMD anunciou uma GPU para este nicho no mercado, a Radeon HD 7790, com um preço sugerido de US$ 150 para competir com as placas baseadas na GPU GeForce GTX 650 Ti, que até então eram as únicas a ocupar esta faixa de preço. Segundo a AMD a 7790 é em média 20% mais rápida que a 650 Ti.

gtx650_ref-360px.jpg
Design de referência da GeForce GTX 650 Ti Boost

Mas a nova GeForce GTX 650 Ti Boost, anunciada nesta terça-feira com preço sugerido de US$ 149, é em média 40% mais rápida que o modelo original, segundo a Nvidia, e de 10 a 20% mais rápida que a AMD Radeon HD 7850, que é mais cara. Só há um detalhe: o preço de US$ 149 se refere aos modelos com 1 GB de RAM, que só começarão a chegar ao mercado no início de Abril. Os modelos disponíveis hoje tem 2 GB de RAM e preço sugerido de US$ 169.

A Nvidia também aproveitou a oportunidade para frisar que todas as placas GeForce GTX 650 Ti Boost são capazes de operar em SLI (duas placas trabalhando em paralelo), algo que o modelo original não era capaz de fazer. A AMD Radeon HD 7790 pode operar no modo “CrossFire”, uma tecnologia similar.

gtx650_conectores-360px.jpg
Conjunto de conectores no modelo de referência da GeForce GTX 650 Ti Boost

A GeForce GTX 650 Ti Boost tem 768 núcleos CUDA e opera em uma frequência base de 908 MHz. Quando necessário, a frequência pode ser automaticamente aumentada para 1033 MHz. A placa tem uma interface de memória de 192 Bits com largura de banda de 6 GB por segundo, e é alimentada por um único conector de seis pinos (além do barramento PCIe 3.0). Placas baseadas na nova GPU tipicamente terão duas saídas DVI, um conector DisplayPort 1.2 e um HDMI, embora os fabricantes sejam livres para oferecer outras saídas e conectores (VGA, por exemplo).

Eles também poderão oferecer versões “overclockadas” da placa por preços maiores. a EVGA, por exemplo, anunciou uma “GeForce GTX 650 Ti Boost Superclocked”, com uma frequência base de 1072 MHz e máxima de 1137 MHZ, equipado com 2 GB de memória GDDR5 que será vendida por US$ 179 (preço nos EUA).
 
 
 
 
Fonte: Pcworld

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar