Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

CRESCE O USO DO LINUX NA DECLARAÇÃO DO IMPOSTO DE RENDA

26/03/2013

 

Desde 2004 disponível em Java, o aplicativo para preenchimento da Declaração de Ajuste Anual do Imposto sobre a Renda da Pessoa Física pode ser executado em diferentes sistemas operacionais. Uma das opções é o Linux. "Em 2012, 49.616 pessoas fizeram a declaração pelo Linux, um número maior que no ano anterior, que foi de 37.684", destaca João Almeida, representante da superintendência do Serpro que atende a Receita Federal. "E, em 2013, até o momento, 9.534 declarações já foram apresentadas por esse sistema operacional”, acrescenta o analista.
 
A variedade de sistemas operacionais busca oferecer aos usuários maior liberdade de escolha, facilidade de instalação e o estímulo ao uso de softwares, inclusive os livres. Para Linux, por exemplo, são disponibilizados instaladores em pacotes ".deb" e ".rpm", para os mais familiarizados com tais recursos. Para que as versões rodem corretamente é recomendado ainda o uso do aplicativo JVM 1.7.
 
O Serpro, responsável pelo desenvolvimento do Programa Gerador da Declaração de Imposto de Renda Pessoa Física (PGD IRPF), recebe pela Central de Serviços chamados para os casos onde possa haver bug no programa. Já em casos de dúvidas de manuseio, instalação, orientações de uso geral do PGD IRPF, que não estejam relacionados a bugs, a orientação é que o contribuinte acesse o conteúdo de ajuda, tutorial de uso e demais arquivos de apoio disponibilizados no próprio programa, ou entre em contato com a Receita Federal. O prazo final para entrega de declarações do IRPF 2013 é 30 de abril.
 
 
 
Fonte: Convergencia Digital

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar