Página Inicial



twitter

Facebook

  Dicas
|

MONITOR IKAN VL5 HDMI

José Dias - 31/07/2013

Embora tanto as câmeras de vídeo como as câmeras DSLR tenham monitores acoplados, estes normalmente são pequenos e na maioria das vezes não produzem uma imagem com qualidade suficiente, seja pelo tamanho do monitor, seja pela qualidade de reprodução. Há também diversos movimentos de câmeras que prejudicam a perfeita visualização nestes monitores, sem falar na confiabilidade da cor e mais alguns recursos para a correta configuração da imagem que é reproduzida no monitor.

A solução é partir para um monitor de campo (field monitor). A ideia é simples, mas encontrar um monitor de campo não é tarefa tão simples, você pode optar por modelos bem simples e que só vão ampliar a sua imagem, mas notará que em algumas situações ampliar a imagem não será a solução para conseguir fazer um foco correto.

Como não dispunha de muita grana, no máximo US$ 250, parti para as pesquisas e rapidamente eliminei os monitores que só ampliam a imagem, como o Lilliput de 7", os modelos da Marshall e da SmallHD, infelizmente estavam fora das opções de compra devido ao custo. Foi assim que encontrei o VL5 da Ikan, um monitor de 5" com uma boa qualidade de imagem e alguns recursos para facilitar minha vida.

Características:

HDMI Input
Peaking (red)
DSLR Scaling - Under Scan
Aspect Ratio Guides
Blue Gun
RGB adjustable
16:9 & 4:3 Aspect Ratios
Signal Input: 480i/p 576i/p 720p 1080i/p
Vídeo Inputs: HDMI

O que acompanha:

Adaptador AC 100-240V
Plate para bateria Sony, Canon ou Panasonic
Shoemount
Sun Visor VL5 Monitor
E ainda existe o acessório opcional Sun Hood (SHL5)

O VL5 só dispõe de conexão HDMI, que aceita entrada 480i/p 576i/p 720p 1080i/p. Resolução real da tela é de 800X480 com um contrast ratio de 600:1. E opção de alterar as proporções 16:9 e 4:3 (Aspect Ratio). Há opção no setup de visualizar linhas guias.

Quando se compra o VL5, deve-se escolher com qual bateria irá trabalhar, pois o adaptador de bateria será adicionado no kit conforme sua opção. Os modelos disponíveis são para Sony série L, Panasonic, Canon 900, bem como a Canon LP-E6. Como já tenho baterias Canon LP-E6 optei por este modelo. Com uma bateria LP-E6 é possível conseguir umas 4 horas de duração. Minha única reclamação com o uso da bateria, é que o monitor continuará a descarregar as baterias quando desligado. Assim, o melhor a fazer é remover a bateria se houver um intervalo maior entre as gravações. Caso haja disponível tomada de energia, o adaptador AC pode ser usado.

Como trabalho muito com HDDSRL, a função DSLR Scaling é uma mão na roda. Entender o que é o problema com a escala das Canon HDDSLR por exemplo, ajudará a apreciar este recurso. Existem vários sites que explicam bem a Escala DSLR. Então, se você deseja uma explicação completa sobre o assunto, uma simples busca no Google irá ajudá-lo.

A explicação breve e rápida é esta: A saída da Canon DSLR é 3:2. E a maioria dos monitores de campo são 16:9 ou 4:3. O resultado disso é uma grande perda de espaço da tela. E para piorar a situação a Canon colocou as informações do setup do lado de fora da imagem, reduzindo ainda mais o espaço real quando exibidos em monitores externos.
Monitores que têm escala DSLR, são capazes de expandir a imagem para tirar proveito de mais, se não todo o espaço da tela. Quanto maior a imagem está na tela, melhor enquadramento, foco, etc.

Outra função indispensável é o peaking. Peaking em uma câmera ou monitor é a capacidade de colocar um contorno ao redor das imagens que estão em foco. Com peaking ativado no VL5, a imagem ficará em preto e branco com um contorno vermelho onde o foco estiver correto. Em câmeras com censor grande, aberturas baixas "profundidade de campo", ser capaz de determinar exatamente o que está em foco pode ser difícil sem o uso de peaking ou de cor falsa.

Como mencionei anteriormente, o VL5 oferece alguns ajustes que são indispensáveis para uma visualização correta do que a sua câmera vê. Um sistema de calibração de cores é muito importante. É difícil produzir de forma confiável imagens quando seu monitor não está regulado corretamente, isso impedirá a visualização das cores e exposição correta.

O VL5 também tem Blue Gun. Blue Gun separa o canal azul de todas as outras cores, o que permite a configuração adequada e calibração correta do monitor. A primeira ordem é calibrar o monitor com o color bar SMPTE. Uma vez que o color bar SMPTE é exibido na tela do VL5, é entrar no menu e ativar o Blue Gun. Agora, ajuste a imagem usando as configurações de contraste, brilho, matiz e saturação encontrados no menu. O VL5 também pode ser ajustado com as definições de cor RGB no menu.

Realizei dois curtas metragens com o VL5, e encontrei alguns pontos negativos. O primeiro deles é que o produto não acompanha manual, e sim um simples “quick start”. Não acompanha o cabo HDMI e por fim o "plate" da bateria é terrível para tirar e colocar a bateria, o que me dá a impressão que se não houver cuidado irá quebrar, e por fim, o já mencionado consumo de bateria continua mesmo quando o VL5 está desligado.

Caso você precise de um monitor de campo e não esteja disposto a desembolsar o mínimo de US$ 600 por um monitor mais completo o VL5 é uma ótima opção.

Assista ao vídeo e veja o VL5 em ação.

Até a próxima.

Caso você não esteja vendo o vídeo abaixo, será necessário instalar o Flash no seu navegador. Para isso, clique no selo da Adobe:


Se você tiver algum tipo de dúvida sobre esta dica ou qualquer outra dúvida de informática, dê um pulo no Fórum BoaDica (http://www.forumboadica.com.br), onde tem uma galera muito legal que troca idéias, ajuda, participa em diversos assuntos técnicos e com certeza poderão ajudar!

Caso você queira contratar uma empresa para executar os mais diversos serviços, dê um pulo na área de Prestadores de Serviço aqui do BoaDica.

Não deixe de conferir outros artigos aqui na área de DICAS do BoaDica.

Procurando onde comprar seu equipamento? Veja na Pesquisa de Preços BoaDica

 
Indique esta dica Indique esta dica para um amigo

VOLTAR