Página Inicial



twitter

Facebook

  Dicas
|

SEGURANÇA NO WIFI

Antonio Vilhena - 13/07/2012

Como vimos no artigo Penetras no Wifi, temos que ficar de olho em como está sendo usada nossa rede wireless, e além de seguir as indicações do artigo para verificação de penetras na sua rede, você também deve atentar como está o nível de segurança nos diferentes componentes da sua rede.

O primeiro passo, é ver se você está utilizando a conexão wifi que é mais segura, que é o padrão WPA2.

No surgimento das redes WIFI, o padrão de segurança então na época era o padrão WEP (Wired Equivalent Privacy) que é o padrão mais difundido, onde praticamente TODOS os equipamentos possuem compatibilidade, é o mais simples de se usar, porém, também é o padrão mais INSEGURO, pois não suporta autenticação e criptografia segura, uma vez que seu objetivo era somente proteger os dados de escutas passivas. O algoritmo de segurança baseia-se em uma chave compartilhada entre o ponto de acesso e os clientes da rede. Atualmente este padrão não é mais recomendado.

Desenvolveram então o padrão WPA (Wi-Fi Protected Access) tanto para Pessoas (WPA-Personal) como para Empresas (WPA-Enterprise). Este padrão de segurança já foi um grande avanço com relação ao WEP, pois utiliza criptografia de dados além de impedir o acesso não autorizado à rede mediante o usao de uma chave pré-compartilhada (PSK - no caso pessoal), ou verificando os usuários mediante um servidor de autenticação (TKIP).

Por fim, foi desenvolvido o padrão WPA-2 (Pessoal e Enterprise), que vem a ser o mais seguro atualmente porém ainda são encontrados alguns equipamentos no mercado que não o suportam (principalmente equipamentos com tecnologia mais antiga). Ele é um aprimoramento do padrão WPA anterior e utiliza o algoritmo de criptografia denominado AES (Advanced Encription Standard, ou Padrão Avançado de Criptografia) junto com o TKIP com chave de 256 bits.

Deste modo, sempre que possível, opte pelo padrão WPA-2 como protocolo de segurança nos seus equipamentos WIFI!

Assim sendo, verifique no seu roteador/ponto de acesso, qual é o tipo de segurança utilizado. Normalmente você encontra esta informação na parte de WIRELESS da configuração do roteador (veja 2 exemplos abaixo em roteadores de 2 marcas diferentes - SMC e TPLINK):

Bom, estando o roteador configurado para WPA2, você também tem que estar com o mesmo nível de segurança no seu adaptador wireless do equipamento cliente.

Basta entrarmos no centro de Rede e Partilha e depois selecionarmos a ligação de rede sem fios:

Na janela que irá aparecer, vamos clicar nas propriedades de Sem Fios da rede que está sendo utilizada:

E na aba de SEGURANÇA poderemos ver que o nível de segurança é o correto!

Infelizmente alguns equipamentos antigos (roteadores, notebooks, etc), não possuem o nível de segurança WPA2, então pelo menos utilize a WPA (realize os mesmos procedimentos selecionando o WPA). O nivel WEP é muito inseguro, e se infelizmente só houver esta opção, é altamente aconselhável mudar de equipamento.

É sempre bom lembrar que segurança em informática não é só hardware e software, é uma "POSTURA" do usuário da rede e do administrador da rede. Não adianta nada instalar/usar equipamentos com segurança, se por exemplo a senha utilizada é 1234 ou coisa do gênero (e acreditem... isso existe E MUITO)!


Se você tiver algum tipo de dúvida sobre esta dica ou qualquer outra dúvida de informática, dê um pulo no Fórum BoaDica (http://www.forumboadica.com.br), onde tem uma galera muito legal que troca idéias, ajuda, participa em diversos assuntos técnicos e com certeza poderão ajudar!

Caso você queira contratar uma empresa para executar os mais diversos serviços, dê um pulo na área de Prestadores de Serviço aqui do BoaDica.

Não deixe de conferir outros artigos aqui na área de DICAS do BoaDica.

Procurando onde comprar seu Roteador Wifi? Veja na Pesquisa de Preços BoaDica

 
Indique esta dica Indique esta dica para um amigo

VOLTAR