Página Inicial



twitter

Facebook

  Dicas
|

COMPRANDO SEU NOBREAK

Alucard - 19/09/2006

Peraí?... Mas para que eu vou querer um no-break se não tenho um serviço tão importante a ponto de não poder parar em caso de falta de luz? Para que um no-break se mesmo os caseiros só vão segurar por alguns minutos e serei obrigado a desligar a máquina da mesma forma?

E quem foi que disse que um no-break serve somente para impedir que seu computador seja desligado de maneira abrupta?

Façam um pequeno teste:
Peguem um multímetro e usem para medir a corrente que sai das tomadas de sua casa.
A Light nos faz o ?favor? de fornecer uma corrente de baixíssima qualidade, cheia de ruídos e picos de mínimo e máximo.

Assim seria a senóide ideal para representar uma alimentação elétrica.

Mas na prática, é isso que nós temos:

E o que o no-break tem a ver com isso?

Simples, o no-break possui uma bateria para alimentar seu computador em caso de falta de energia, porém essa mesma bateria, quando em perfeito estado de funcionamento, passa a alimentar seu computador no lugar da horrível rede elétrica da Light, assegurando uma alimentação estável e de qualidade para seu micro. Assim aumentando a vida útil de todos os componentes a ele conectado.

Os problemas mais comuns que ocorrem na rede elétrica são:

Surtos de tensão: São transientes de alta energia, que muitas vezes atingem a magnitude de kilovolts e aparecem na rede elétrica com muita freqüência, principalmente no verão pela ação de descargas atmosféricas (raios).

Ruídos de linha: São ruídos de alta-freqüência provocados pela conexão de equipamentos como motores, ar-condicionados, fontes chaveadas, etc., à rede elétrica.

Distorção harmônica: Este fenômeno é uma deformação da senóide (formato da onda) e é provocado por cargas pesadas conectadas à rede, do tipo de motores de indução, solenóides, geradores, etc., principalmente aquelas cargas com baixo fator de potência.
Este distúrbio pode provocar uma desenergização momentânea da fonte de alimentação do computador, travando-o.

Sub e sobretensão de rede: Estes eventos ocorrem quando o nível da energia fornecido pela concessionária ultrapassa os limites aceitáveis e suportáveis pelos equipamentos. Se a subtensão atingir valores extrapolados, pode provocar perda de dados nos computadores, distorção na tela de monitores e televisores, etc. Ocorrendo sobretensão, certamente haverá queima de equipamentos.

Pequenas Interrupções (efeito Flicker): Interrupções muito curtas no fornecimento da energia elétrica, com duração da ordem de milésimos de segundos e que quase sempre são imperceptíveis ao usuário. Provocam freqüentemente perda de dados em arquivos de computadores ou travamento de sistemas.

Grandes Interrupções (black-out): Grandes interrupções de energia ou o que popularmente chamamos de "black-out". São geralmente provocadas por algum distúrbio grave nas subestações ou na rede de distribuição. Podem durar minutos ou se prolongar por horas. Este evento é o maior causador de prejuízos em empresas. Quanto mais informatizada a empresa, maior o investimento que deverá ser realizado a fim de minimizar ou eliminar a atuação deste evento.

Variação da Freqüência: A freqüência da energia fornecida pelas concessionárias é 60 Hz para todo o território nacional. A não variação desta freqüência, além de um limite não superior a +/- 0,5Hz é um sério compromisso que as mesmas assumem com os consumidores. Ocorrendo uma variação superior a este limite poderá provocar superaquecimento e até queima da carga que estiver conectada à rede.
Os equipamentos de informática e entretenimento de um modo geral, embora sendo menos sensíveis ao efeito deste evento, não se deve ligá-los a uma rede de 60Hz (ou vice-versa) se forem projetados para atuar em rede de 50Hz (existentes em muitos países da Europa e da América do Sul).

Mas, voltemos a falar da característica principal dos no-break?s, sua autonomia em caso de falha da rede elétrica.

Em caso de falta de energia, sua máquina é desligada com dezenas de processos ativos funcionando, arquivos abertos e hardware trabalhando, e isso pode levar a queima de dispositivos, a perda daquele trabalho que você levou horas fazendo, arquivos de sistema corrompidos, etc...

Essa autonomia é provida pela já mencionada bateria que o acompanha, que pode prover desde alguns minutos até horas de energia dependendo da configuração do no-break e de sua necessidade.

Não vamos esquecer de instalar em seu computador o software de gerenciamento de energia que vem junto com os no-break?s, para que caso algum dia você esteja longe do computador, dormindo ou ausente de alguma forma, ele possa automaticamente fechar seus programas e desligar a máquina de maneira correta.

E como saber a sua necessidade?

Afinal, de nada adiantará comprar um no-break subdimensionado, e também ninguém quer gastar mais do que precisa, logo vamos aos cálculos:

Para calcular quando a potência dos seus equipamentos estiver expressa em VA (Volt = Tensão e Ampére = Corrente)
Multiplique os valores de V e A para obter o resultado em VA.
Ex: 120V x 5A = 600VA

Repita isso para todos os equipamentos que serão conectados ao no-break, e ao fim multiplique o valor por 1.3 para obter uma margem de segurança de 30%.
Ex: 600 x 1,3 = 780VA

E para calcular quando estiver expressa em W (Watts), é tão fácil quanto:
Basta multiplicar o valor em Watts descrito em cada componente e multiplicar por 1,52 para descobrir seu valor em VA.
Ex: 350W x 1,52 = 532VA

Novamente multiplique por 1,3 para obter uma margem de segurança de 30%, e teremos:
Ex: 532VA x 1,3 = 692VA

Outro dado importante é o fator de potência do no-break a ser comprado, quanto mais próximo do valor 1, mais eficaz ele é ao aproveitar a bateria.

FUJA de no-breaks com fator de potência inferiores a 0,4 pois são produtos de baixa qualidade.

Com esses dados em mente, busque o melhor produto que irá lhe atender. Atualmente temos grandes produtos nacionais no mercado, com preços muito baixos em relação ao ganho que se tem em termos de segurança.

Fontes:


Depois faremos um outro artigo sobre a conexão de nobreaks inteligentes ao seu Windows (como ele faz a informação de falta de luz, o que pode ser automatizado, que tipos de aviso podem ser implantados, etc).

Vale lembrar que se você tiver algum tipo de dúvida com relação a esta dica ou qualquer outra dúvida de informática, dê um pulo no Fórum BoaDica (http://www.forumboadica.com.br), onde tem uma galera muito legal que troca idéias, ajuda, participa em diversos assuntos técnicos, e com certeza poderão ajudar!

Finalmente, procurando onde comprar seu NOBREAK? Veja na Pesquisa de Preços BoaDica

 
Indique esta dica Indique esta dica para um amigo

VOLTAR