Página Inicial



twitter

Facebook

  Dicas
|

TUTORIAL: CAPTURANDO SOM DE LPS / K7 PARA O MICRO

Antonio Vilhena - 07/11/2005

De vez em quando lá no Fórum do BoaDica aparece esta dúvida sobre como converter LPs (discos de vinil) para CD, e como poderá haver outras pessoas que acessam o site mas não freqüentam o fórum que possuem a mesma dúvida, resolvemos colocar também aqui em formato de dica!

Aqueles que faziam coleção ou possuem discos (LPs) que com certeza não serão relançados em CD, com certeza irão se preocupar em transformar o disco em CD, principalmente devido ao fato de ao utilizar CD estará preservando o estado do LP (para colecionadores), e ao utilizar CD não se gasta AGULHAS / CÁPSULAS de toca-discos que estão cada vez mais caras e difíceis de serem encontradas.

Eu pessoalmente já converti vários LPs para CDs (basicamente LPs antigos de Blues e Rock que dificilmente serão lançados em CD ou que dificilmente serão lançados aqui no Brasil), e o resultado é perfeito, onde você ainda pode decidir se deseja uma cópia exata do LP, com ruído de fundo, etc., ou então dedicar um tempo maior para fazer limpeza de ruídos, realçar algum tipo de timbre, etc.

Para realizar a conversão de LPs em CDs, você precisará:

  • Discos LP (claro)

  • Toca-discos

  • Amplificador com saída para gravador ou então um pré-amplificador de toca-disco

  • Cabo para ligar a saída do receiver à entrada na placa de som do micro

  • Computador com placa de som

  • Programa para capturar som (melhor que usar o programa que vem no windows).

  • Gravador de CD

O primeiro passo é fazer as conexões de áudio entre o toca-discos e seu micro.

Como o sinal proveniente de um toca-discos é muito baixo, é necessária a utilização de um pré-amplificador, ou então a utilização de um amplificador/receiver captando o áudio da saída para o gravador. Você NÃO DEVE conectar o toca-discos diretamente na placa de som, ele não é capaz de fornecer intensidade de sinal suficiente. É MANDATÓRIO que você use um pré-amplificador para o sinal do Tocadiscos. Já um toca-fitas pode ser ligado diretamente pois o sinal é suficiente.

Veja abaixo como ficaria um diagrama da conexão de áudio:


figura 1

A placa de som acima é apenas representativa. Na realidade você deve olhar a sua placa de som (ou conectores na placa mãe caso o som seja integrado a ela). As imagens dos conectores seriam assim:

 
 Placa de som adicional Som Integrado à placa-mãe

É interessante notar que os fabricantes estão PADRONIZANDO as cores dos conectores, na forma a seguir:

  • Verde para Line Out / Speaker Out

  • Azul para Line In

  • Rosa para Mic In

O cabo utilizado para conectar o receiver à entrada no micro, normalmente é um cabo que numa ponta tem 2 conectores RCA e na outra um conector estéreo tipo de headphone (muitas lojas vendem este cabo).

Bom, agora já estamos com os componentes conectados e podemos passar para a parte de captura do Áudio!

Ao instalar sua placa de som, se correu tudo bem na instalação, estará instalado no seu sistema tanto a parte de reprodução de áudio como a parte de GRAVAÇÃO de áudio (esta é a que nos interessa agora).

Após fazer as ligações conforme a figura 1, vamos então partir para a parte de captura do som!

O Windows já traz com ele um programa para que você capture som e transforme-o em meio digital (no 98 é o "Gravador de Som"). Apesar de ser bem simples, funciona...

Como estamos capturando música, queremos algo com melhor qualidade e principalmente que ofereça opções de edição, filtros, etc. Existem vários programas para isto, cada um melhor ou mais complexo/completo que o outro, alguns custando fortunas, porém vamos utilizar aqui um programa GRATUITO, que não deve nada à maioria dos programas de áudio do mercado. Nosso velho conhecido: AUDACITY! Programa gratuito, com muitas funções e qualidades, em português, e que atende à maioria das necessidades de programas de áudio de um usuário. Você poderá baixá-lo em: http://audacity.sourceforge.net

Clicando em ARQUIVO -> PREFERENCIAS, aba DISPOSITIVOS, você terá aí o dispositivo de gravação (sua placa de som) já selecionada, bem como a marcação de que é capaz de gravar e reproduzir simultaneamente (a maioria das placas atuais é capaz... chama-se duplex). Atenção o "C-Media Wave Device" na figura abaixo, refere-se à placa de som do MEU computador, o seu pode ser diferente conforme sua placa de som/placa-mãe.

Estando tudo OK, vamos passar para a gravação.

Para gravar o seu LP, basta colocar o LP para tocar e no AUDACITY, basta clicar no botão de gravação:

Atenção para selecionar a opção de gravar à partir da "Entrada de linha" (normalmente fica marcado como microfone).

Você poderá ver o "nível" de gravação no medidor de nível de gravação (seta verde) e caso esteja gerando ruído ou ficando direto no máximo, diminuir na seta amarela!

Quando finalizar a música a ser copiada, clique no botão de parar a gravação e vamos passar então para a edição da música.

A música no programa ficaria mais ou menos assim:

Os procedimentos básicos que poderemos fazer nela são:

  • Ouvir
  • Editar (cortar pedaços se desejar)
  • Limpar ruídos

Para Editar a música, basta selecionar o trecho desejado e clicar na opção de edição para cortar por exemplo.

Para Limpar a música ou aplicar algum efeito especial, basta selecionar o trecho desejado com o mouse e chamar a opção de EFFECT onde você encontrará vários efeitos interessantes (só os efeitos caberiam numa dica nova ou em outro bate-papo).

Bom, para finalizar, basta chamar a opção ARQUIVO, e escolher se quer exportar como WAV ou como MP3, ou ainda como OGG.

E pronto! Já conseguiu passar a música de seu LP ou K7 para dentro do computador em formato digital. Daí é só gravar um CD por exemplo com ela.

Algumas observações no processo:

  • A captura de áudio, é feita em padrão WAV originalmente portanto, 1 música ocupará um espaço razoável (cerca de 20 a 50 MB). Atente a isto com relação ao espaço disponível em disco;
  • Ao passar um LP completo para CD, você pode capturar tudo de uma vez só, e depois ouvindo a captura pelo computador ir separando as faixas;
  • Atenção ao aplicar filtros de ruídos pois pode deixar a música muito abafada. Só a experimentação irá proporcionar resultados que melhor irão satisfazê-lo.
  • Atenção para ruídos de fundo na sua captura. Utilize bons cabos e procure um bom aterramento e conectorização para eliminar ruídos.
  • Ao capturar sinal de áudio de linha, desabilite TODAS as demais entradas de sinal através da sua placa de som (veja figura a seguir)
  • Procure colocar o controle de intensidade de sinal de entrada em um valor mediano (veja figura a seguir)
  • Desative todas as fontes sonoras para minimizar interferências na captura (veja figura a seguir)

É isto aí. O básico você já foi apresentado a você. O que você precisa fazer é arregaçar as mangas e mandar brasa! Só experimentando e testando você irá encontrar o melhor ajuste que irá fornecer o resultado desejado.

Depois de capturar suas músicas, ou seja, de passar de LP ou K7 para dentro do computador, você poder querer gravá-las em CD. Caso não saiba como fazê-lo, basta dar um pulo aqui mesmo no site, em uma das dicas abaixo conforme o caso:


É isto aí. Caso seu micro não possua placa de som, ou você não tem um gravador de CD para depois gravar suas músicas em CD, basta você dar um pulo lá na área da pesquisa de preços do BoaDica, escolher os itens que melhor atenderem.

Se se tiver algum tipo de dúvida com relação a esta dica ou qualquer outra dúvida de informática, dê um pulo no Fórum BoaDica (http://www.forumboadica.com.br), onde tem uma galera muito legal que troca idéias, ajuda, participa em diversos assuntos técnicos, e com certeza poderão ajudar!

 
Indique esta dica Indique esta dica para um amigo

VOLTAR