Página Inicial



twitter

Facebook

  Dicas
|

ETIQUETANDO SEUS CDRS E DVDRS

Antonio Vilhena - 13/06/2005

Com a facilidade e o barateamento da mídia do CD e do DVD, bem como a grande difusão da internet em banda larga (com todo mundo fazendo download de material mais diverso possível), e o barateamento de dispositivos tipo Scanners, Máquinas Fotográficas Digitias e Placas de Captura de vídeo, resultou em quem possui um gravador de CD/DVD acabar se perdendo com tanto CD/DVDs que acaba gravando. Para resolver isto, só colocando ordem na bagunça, e principalmente ETIQUETANDO corretamente os CDRs e DVDRs.

Não é suficiente fazer "capas" para as caixas de CD/DVD, pois se misturar os discos (tendo 2 ou mais caixas abertas), será trabalhoso ficar identificando o conteúdo para guardar na caixa certa.

Para aqueles que trabalham em desenvolvimento de aplicativos/multimídia, etc., também é essencial um visual no disco (CD ou DVD) que entrega ao cliente, ou que arquiva com seus trabalhos.

Por fim, aqueles que batalham um dinheirinho extra fazendo serviços de gravação de pacotes em CDs/DVDs (backups, conversão de LP, conversão de vídeo, álbum de fotos, etc), é também essencial ter uma boa apresentação no seu trabalho final: o CDR/DVDR.

Bom, basicamente existem 4 modos de se identificar/etiquetar seu CD/DVD

  • Escrevendo direto na superfície (com uma caneta)

  • Utilizando uma etiqueta aplicada no disco

  • Utilizando uma Impressora para imprimir na superfície do disco

  • Gravando o Label direto no disco através de gravadores específicos

1) Escrevendo com caneta

Normalmente usamos desta maneira quando não queremos perder muito tempo com um visual na identificação. Simples, rápida, segura, não tem risco de sair, e atende ao seu objetivo.

Não tem porque "não usar", esta facilidade. É simples e resolve a maioria dos casos!

Os cuidados que de deve ter neste modo:
- Escrever na face correta
- Escrever com uma caneta própria (utilizar caneta própria para CDR ou caneta de retro-projetor) - Atenção: NÃO UTILIZAR CANETA HIDROCOR COMUM
- Escrever com suavidade (para não haver riscos de deformar ou riscar a superfície do CD).

CD com a face escrita utilizando-se caneta de retro-projetor

2) Utilizando etiqueta

Este método é muito utilizado por aqueles que querem dar um visual um pouco melhor no seu CDR, além de poder colocar muito mais informação, de maneira organizada, além de imagens.

Para facilitar, existem "aplicadores de etiqueta de CD" já disponíveis no mercado (como por exemplo da PIMACO, da StomperCD, da NeatoCD), e normalmente eles fornecem tanto o aplicador como a folha de etiqueta e normalmente também programas para facilitar a preparação/impressão da etiqueta. Cada fornecedor diz que o seu aplicador é melhor, mais fácil, etc., mas na realidade, é tudo a mesma coisa e depende mais com qual VOCÊ vai se adaptar melhor.

Aplicadores de etiqueta no mercado

Existem etiquetas de diversos padrões/formatos/cores/preço: 2, 3, 4, 6 por folha; em linha ou deslocada; papel normal ou glossy, ou plástica, ou transparente ou algum tipo diferente; branca ou colorida. A princípio você pode usar qualquer etiqueta com qualquer aplicador, só deve ter atenção ao utilizar algum software específico saber se ele possui opção para imprimir no papel de etiqueta que você tenha comprado (normalmente já prevê o tipo de folha a ser utilizado).

Tipos de folhas de etiquetas encontradas

Para facilitar, indicamos abaixo alguns programas que realizam a montagem de etiquetas para impressão:

  • CD Apply da PIMACO:
  • Stomper
  • Neato CD Face
  • Surething CD Labeler
  • Templates diretos para Programas

Muitos destes softwares de impressão, além da etiqueta do CD também realizam a preparação/impressão das CAPAS de CDs (da mesma forma, você também encontra capas já pré-picotadas nos fabricantes, ou utiliza um papel comum e recorta). Vale lembrar que muitos softwares de gravação de CD já trazem junto um software de impressão de capas/etiquetas de CD.

Assim, com a utilização de etiquetas, podemos não só fazer algo simples e prático, como também podemos realizar trabalhos com uma apresentação profissional/comercial.

Alguns exemplos de CDs com etiqueta

Cuidados com o etiquetamento de CDs:

  • Depois de aplicar a etiqueta NÃO TENTAR RETIRAR A ETIQUETA. A remoção da etiqueta destruirá o seu CD
  • Aplicar a etiqueta de maneira uniforme para não haver ressaltos/bolhas que poderão dar um aspecto ruim e atrapalhar depois
  • Com o etiqueta, o CD fica mais espesso e com isto nem todo "porta CD" (principalmente aqueles de "páginas", com 40, 50, etc,), terá espaço suficiente para acomodar o CD
  • Não escrever com caneta esferográfica ou lápis etiqueta que estiver no CD. Apesar de ser possível, a ponta dura da caneta poderá danificar a superfície do CD atrás da etiqueta. Usar caneta de feltro macio.
  • Cuidado para não MOLHAR a etiqueta. pois poderá danificá-la de vez, e até o CD.
  • ATENÇÃO: Conforme indicação do fabricantes de mídias de DVD, eles não aconselham a utilização de etiquetas adesivas nas superfícies do disco, pois poderá provocar desbalanceamento do disco e resultar em travamento do disco durante sua leitura podendo danificar seu aparelho de DVD.

3) Utilizando Impressão de CDs

Esta seria a modalidade de aparência mais "profissional" a ser utilizada e atualmente não é muito difícil encontrar impressoras próprias para impressão na superfície de CDs. Possui a vantagem de poder padronizar totalmente a impressão da superfície do CD, sem nenhum tipo de risco de aplicação como ocorre na etiqueta.

Existem basicamente 2 tipos de impressão de CDRs:

Impressão com inkjet
(ex: Epson R200)
Impressão com deposição de tinta.
(ex: Rimage)

A impressão por inkjet tem se tornado a maneira mais comum de se imprimir CDs, principalmente devido ao seu excelente custo/benefício, porém apresenta como inconvenientes a necessidade de se utilizar mídias próprias para impressão e o resultado da impressão sofres problemas com água.

Impressoras por deposição, dificilmente são encontradas no Brasil, são muito mais caras, a melhor representante deste tipo é a marca Rimage, porém é a que apresenta melhor qualidade de impressão (não sai com água, muito similar à impressão de CDs comerciais, aceita qualquer tipo de superfície de CD).

A utilização de impressões na superfície do disco possibilita um trabalho de visual bem profissional e atrativo.

É importante ressaltar que a impressão diretamente na superfície do disco, requer que o CD seja "printable", ou seja, que seja próprio para impressão, isto é ESSENCIALMENTE importante em impressoras de CD Inkjet. Impressoras como a RIMAGE (por deposição), esta restrição não se aplica, resultando basicamente em variações de tons que necessitariam acertos na configuração.

Alguns exemplos de impressão de superfície de disco:

Utilizando Impressora tipo Inkjet como a Epson R200
Utilizando Impressora tipo a Rimage
(é mais comum encontrar com somente 1 cor como o CD do meio acima)

4) Gravando na superfície do Disco

Esta tecnologia é muito nova, e já foi utilizada antes porém agora ela foi muito mais aperfeiçoada e está apresentando um trabalho realmente interessante e profissional.

Esta tecnologia recém-lançada é a "Lighscribe", onde após gravar o CD/DVD, você muda o disco de lado e utilizando "o próprio laser", o gravador irá fazer também a gravação da imagem na superfície do CD. Vários fabricantes de drivers de DVD já estão licenciando esta tecnologia (HP, LG, Hitachi, etc), e com isto ela estará realmente bem difundida e utilizada.

Vale a pena lembrar que não é qualquer CD que pode ser utilizado com esta tecnologia. Você deve utilizar CDs compatíveis com o Lightscribe ou poderá danificar o CD.

Alguns exemplos de discos que utilizaram esta tecnologia:

CDs com face gravada utilizando o Lightscribe

Bom, resumindo tudo...

Existem várias possibilidades de identificação de seus CDRs/DVDRs, e nenhuma é "a melhor". Cabe a você escolher a que melhor se adequar a necessidade "do momento". É um backup rápido? Escreve com caneta mesmo... é uma "prova" de um trabalho para avaliação, talvez seja interessante etiquetar ou imprimir no CD, é um trabalho para distribuição final, etc., com certeza imprimir com impressora ou com a Lighscribe. Enfim, cada uma tem uma hora e finalidade.

Sempre é bom lembrar que antes de investir em uma destas soluções de identificação de disco (CDR/DVDR), procure sempre bons fornecedores e acompanhe os preços dos produtos. Para isto, basta ir na pesquisa de preços aqui do site BoaDica.

E não se esqueça, tendo alguma dúvida a respeito desta dica ou outras dúvidas, ou querendo apenas conversar sobre informática, dê um pulo no Fórum do BoaDica (http://www.forumboadica.com.br), lá tem uma galera super legal que poderá ajudar nas suas dúvidas ou poderão participar de um papo legal sobre informática, além de você encontrar área específica sobre CDR, DVD, impressora, som, etc.

 
Indique esta dica Indique esta dica para um amigo

VOLTAR