Página Inicial



twitter

Facebook

  Dicas
|

REFRIGERAÇÃO - DIMINUINDO ALGUNS GRAUS

J. Carvalho - 23/03/2003

Pois é, está quente a coisa por aí, não? Ligar o ar condicionado durante o tempo que o micro estiver ligado nem pen$ar? Rio 40 graus, CPU simulando o calor do inferno?

Vamos primeiro aos tempos de aulas de física. Como podemos lembrar (ou quase) o ar quente sobe, certo? Certo.

Então, olhando para o gabinete, podemos concluir que o ar quente fica na parte de cima esperando que o ventilador da fonte ajude a retirá-lo. O problema é que nem sempre o ventilador da fonte tem fluxo suficiente para retirar todo o ar quente do interior do gabinete e este tende a esquentar além do desejado.

Pode parecer besteira, mas existe uma coisa fácil de fazer, mais fácil de adquirir, que pode diminuir alguns graus na temperatura interna de sua CPU, a instalação de um ventilador no teto do gabinete.

Fizemos um teste bem simples no qual medimos a temperatura de um sistema com os seguintes componentes:

  • Placa mãe ASUS A7N 266 VN - com vídeo, áudio e rede on board

  • CPU AMD Athlon XP 1800+

  • Cooler Akasa AK 821

  • Case Satellite

  • A temperatura ambiente ficou em 37º C, ou seja, um calor infernal.

O procedimento do teste foi colocar a CPU em forte condição de uso em um gabinete Satellite com um cooler no topo  desligado e tapado com fita adesiva. Após 30 minutos exigindo bastante da CPU, chegamos a uma temperatura de 58º C.
Ligamos então o cooler instalado no topo do gabinete. Após 10 minutos, a CPU já se encontrava em 52º C.

É realmente impressionante o que um cooler no teto do gabinete pode fazer. Aproveito para lembrar que é melhor usar ventiladores com rolamentos (ball bearing) devido a sua durabilidade. Fujam dos sem rolamentos, como os chamados "sleeve bearing", que podem ser mais baratos, mais não duram tanto quanto os com rolamentos.

Agradecimentos: Soluções Térmicas

 
Indique esta dica Indique esta dica para um amigo

VOLTAR