Página Inicial



twitter

Facebook

  Dicas
|

PROCESSADOR AMD OPTERON

J. Carvalho - 16/02/2003

Ao contrário da Intel que desenvolveu um processador de 64 bit virado apenas para o mercado de servidores, a AMD começará a vender ainda este ano uma versão do seu processador de 64 bits destinado ao usuário doméstico. Na verdade existem duas versões do processador, sendo uma voltada ao usuário doméstico, o ClawHammer e outra voltada ao mercado de servidores, o SledgeHammer que já possui nome comercial: Opteron.

Soquete 754

O ClawHammer

A primeira coisa que chama a atenção em ambos os processadores é o número de pinos. O ClawHammer possui 754 pinos, enquanto o SledgeHammer exibe nada menos que 940 pinos, mais do dobro de um Athlon XP, que possui 462 pinos.
O cache L2 de 1 Mb ajuda a aumentar as expectativas de grandes performances em relação ao seu antecessor, o XP e a AMD já promete performances de até 40% acima do XP 2800+.
Ao contrário do Athlon XP, que acessa a memória principal por meio do barramento FSB (Front Side Bus), o ClawHammer se comunica diretamente a memória por meio de um controlador já integrado ao chip, o que lhe dá um bom aumento de velocidade.

O surpreendente  neste lançamento da AMD é o fato do processador rodar tanto aplicativos de 64 quanto de 32 bits. Assim será possível rodar aplicativos como o próprio Windows, Office e jogos, enquanto suas versões de 64 bits não estão disponíveis.
Com a arquitetura 64 bits poderemos romper a atual barreira dos 4 GB de endereçamento de memória dos sistemas de 32 bits.
O lançamento deste processador pode salvar a AMD dos seus problemas financeiros. Apesar de ainda não se saber o preço do novo chip, me arrisco a dizer que para nós aqui ainda vai demorar um pouco para que muitos tenham condições de comprar um brinquedo destes.

Mais informações: www.amd.com

 
Indique esta dica Indique esta dica para um amigo

VOLTAR