Página Inicial



twitter

Facebook

  Dicas
|

FAZENDO SEUS CABOS DE REDE - PARTE 1

Antonio Vilhena - 03/02/2003

Parte 1 - Ferramentas

Não importa se você está instalando uma rede local doméstica ou empresarial, em ambas você irá precisar de montar o cabo de rede!

O tipo de padrão mais comum é chamado Categoria 5 (também chamado de cat5, ou UTP5), que suporta velocidades de até 100 Mb/s (Megabits por segundo).

Você pode comprar cabos categoria 5 já montados nas lojas que vendem material de rede, ou você mesmo pode montá-los.

Se você decidir comprar os cabos na loja, você estará optando pela conveniência e rapidez, e muitas vezes é a melhor solução pois o preço não é caro (muitas lojas cobram o preço das peças mais um custo de montagem em torno de 20 a 30%), e se você não possui as ferramentas necessárias, só o custo das mesmas será alto.

Se você deseja fazer seus próprios cabos, terá maior liberdade com relação a montá-los no tamanho exato, e fazer adaptações ao longo da implantação da rede, o que pode ser útil! Caso seja uma instalação com algum porte maior do que alguns poucos casos, pode ser economicamente interessante optar por comprar as ferramentas necessárias e colocar a mão na massa!

Nesta primeira parte, estaremos vendo que ferramentas são utilizadas na confecção do cabo, e na parte 2 estaremos vendo a operação de crimpagem.

FERRAMENTAS:

Cabo padrão Cat 5:

Normalmente é encontrado em caixas contendo 150 metros de cabo, porém normalmente as lojas vendem também por metro.

Dicas:
- Não seja mesquinho! Compre cabos de boa qualidade! Um cabeamento bem feito depende muito da qualidade do cabo, além de também influenciar na montagem dos conectores nas extremidades do mesmo.
- Os cabos categoria 5 possuem 4 pares de fio coloridos. Atenção neste item, pois cabos de boa qualidade possuem os padrões de cores facilmente identificáveis (atenção nos fios branco/cor), proteção interna envolvendo os fios, além de possuir capa de boa qualidade. Uma marca mundialmente famosa, de boa qualidade e facilmente encontrada aqui é a FUROKAWA.

Conectores RJ-45:

São conectores muito baratos (caso você não tenha muita prática em conexão se cabos de rede, é bom comprar um suprimento "extra" para possíveis defeitos na hora de montagem dos cabos).
Atenção que existem 2 tipos diferentes de conectores dependendo se você está utilizando cabos sólidos ou não.

Alicate de crimpagem:

Normalmente é a ferramenta mais cara neste tipo de montagem de rede por conta própria (existem testadores de cabos que são muito caros, mas são utilizado em montagens profissionais de grande redes). De novo vale a recomendação: comprar uma ferramenta de má qualidade, pensando somente no preço, pode resultar em problemas na crimpagem dos conectores no cabo, muitas vezes imperceptíveis inicialmente, mas gerando no futuro erros de rede que poderão tomar muito de seu tempo.

Normalmente estes alicates permitem a utilização tanto de conectores RJ45 como RJ11 (usados em telefones).

Também possuem uma seção para "corte" dos cabos e descascar o isolamento. 

É importante verificar se o local onde é feito a prensagem, é feito de forma uniforme ao invés de diagonal, pois se for da forma diagonal bem provavelmente irá gerar muitos problemas nas prensagens dos conectores.

Alicate de corte:

De seção diagonal com isolamento e de tamanho pequeno, encontrado em qualquer loja de ferramenta.

Canivete ou ferramenta para auxílio na descacagem do cabo:

Normal, encontrado em qualquer loja de ferramentas

Testador de cabo:

Apesar de não ser um item obrigatório, você encontrará modelos simples e não muito caros, que poderão ser de grande ajuda quando você está montando vários cabos.


Bom, visto as ferramentas, iremos ver na parte 2 desta dica, como montar os conectores no cabo.

É bom lembrar que você também encontrará na dica DIAGRAMA DE CABOS DE REDE os diagramas de conexão.

 
Indique esta dica Indique esta dica para um amigo

VOLTAR