Página Inicial



twitter

Facebook

  Dicas
|

O MOUSE

J. Carvalho - 08/07/2002

O mouse é, provavelmente a peça de hardware do PC que mais utilizamos. Seu inventor, Douglas Engelbart, apresentou-o pela primeira vez em 1968 como "XY Position Indicator For A Display System". Era uma caixinha de madeira e tinha apenas um botão. O invento de Engelbart ficou sem muita utilização devido a falta de necessidade de tal dispositivo. Afinal a maioria dos computadores utilizavam apenas textos sem cursores na tela.

A partir da primeira metade da década de 80, mais precisamente em 1983 a Apple passou a utilizar o mouse como dispositivo apontador em seus micros Lisa. De de lá pra cá o nosso velho e querido mouse, ou "XY Position Indicator For A Display System", tornou-se parte integrante dos atuais PCs.

O Windows da Microsoft foi criado à volta dele e navegar na Internet seria impossível sem um mouse. Pode-se dizer que a partir do lançamento do Windows 3.1, em abril de 1992, o lugar do mouse estava assegurado.

Na época Douglas Engelbart vendeu a patente do "X-Y Position Indicator" (mouse) por US$ 10.000.

Nestes trinta e quatro anos centenas de milhões de computadores  e certamente um número igual ou maior de mouses foram vendidos. Se Engelbart tivesse ficado com a patente, teria ficado muito rico.

Em 10 de abril de 1997, Engelbart recebeu em Washington o prêmio Lemelson-MIT de US$ 500 mil, um dos principais prêmios do mundo para inventores.

Em trinta e poucos anos a evolução do mouse não foi grande. Na verdade isto é um atestado de genialidade a Douglas Engelbart.

Vamos tentar por em ordem cronológica as mudanças:

  1. Ganhou uma esfera, para que pudesse transmitir com mais precisão os movimentos.
  2. Inventa-se o Trackball, um mouse de "cabeça pra baixo". Os movimentos são conseguidos usando-se o polegar diretamente na esfera. Algumas pessoas se sentem mais a vontade do que com o mouse. 
  3. Mouse sem fio. A opção de não ter mais um fio entre o mouse e o micro. O mouse sem fio envia as informações para a base e esta se encarrega de passar para o computador as informações.
  4. Ergonomia. Tanto os mouses como os trackballs passam a ter desenhos mais ergométricos, se adaptando mais aos usuários
  5. Mouse com Scroll. Botão usado para rolar a tela.
  6. Mouse óptico. A esfera desaparece e todo o conjunto mecânico que era responsável pela leitura do movimento passa a ser óptico. O sistema óptico, emite um feixe que "lê" em até 2000 vezes por segundo a superfície. Através desta leitura é que é detectado o movimento.
A Microsoft inventou o mouse óptico. A tecnologia intellieye, que permite que este mouse funcione, pesquisa a superfície da sua secretária cerca de 1500 vezes por segundo. Graças a ela, não existem partes em movimento sujeitas ao pó e à sujeira, isto significa que não é necessária mais limpeza!

Alguns modelos de mouse atuais...

Logitech MouseWheel Mouse Special Edition Optical (4993)Cordless Optical MouseTrackMan Wheel
Marble Mouse (5003)Wheel Mouse Special Edition Optical (4993)Cordless Optical MouseTrackMan WheelMarble Mouse (5003)

Para ver preços de mouses, é só ir na pesquisa de preços do BoaDica: (clique aqui)

 
Indique esta dica Indique esta dica para um amigo

VOLTAR