Página Inicial



twitter

Facebook

Orkut

  Dicas
|

COMO GRAVAR SEU VÍDEO CORRETAMENTE

José Dias - 14/12/2009

Se você está iniciando agora no mundo do vídeo, é importante que você esteja atento a alguns detalhes para que seu vídeo seja agradável de assistir.

Não interessa se você está em uma mega produção, gravando um casamento, uma formatura, gravando as suas férias ou o aniversário do seu filho. Alguns erros básicos podem tornar a sua produção um "fracasso de bilheteria".

Quanto melhor as cenas estiverem gravadas, mais fácil será a edição e melhor ficará o seu vídeo. Para ajudá-lo, fornecemos algumas dicas para a sua gravação de vídeo, seja para publicar em DVD ou na web. Um vídeo bem feito é sempre diversão garantida.

1 - O zoom foi criado para substituir o uso de várias lentes e não com a ideia de aproximar e afastar "loucamente" a imagem como alguns insistem em fazê-lo. Evite o uso excessivo do zoom. Se você precisa ou quer aproximar algo ou alguém através do zoom, pare de gravar, use o zoom e volte a gravar. Outra maneira seria usar o zoom suavemente. O uso indiscriminado do zoom é horrível, cansativo e pode causar tontura em algumas pessoas, e para piorar, junto ao vai e vem está a falta de estabilidade na imagem, que só poderá ser evitada usando um tripé ou apoiando a câmera em alguma base firme.

Se você vai publicar o seu vídeo na web, evitar o zoom é obrigatório! Quando se está usando o zoom, a imagem está sendo alterada gradativamente, isso obriga o programa de compressão a recalcular a posição dos pixels a cada frame, o que torna a compressão mais lenta e diminui a qualidade final.

2 - Use um tripé sempre que possível. Imagens balançando de um lado para o outro ou tremendo, não agradam a ninguém. Na falta de um tripé, apóie a câmera em alguma base firme ou segure firmemente a câmera.

Para segurar uma câmera de vídeo corretamente, segure a câmera com as duas mãos e com os cotovelos o mais próximo do tronco possível. Isso dará uma maior estabilidade e facilitará mexer no anel de foco.

3 - Um dos erros comuns em gravações amadoras é caminhar com a câmera ligada registrando as imagens. Profissionais treinados e com equipamentos corretos conseguem fazer isso, mas sem treino e técnica o movimento resulta em algo cansativo e muito ruim de ser visto na tela.

4 - Se você está gravando o seu vídeo com uma máquina fotográfica digital, jamais vire-a na vertical como se faz para tirar um retrato, se fizer isso seu vídeo ficará "de lado" e será necessário corrigi-lo na edição, o que causará o corte da imagem.

5 - Sempre comece a gravar um pouco antes e grave um pouco depois da cena que realmente quer, isso dará espaço para cortes no momento da edição.

6 - Lembre-se também de observar o fundo, o que está atrás de uma pessoa. Estamos falando aqui não só de erros clássicos, como o poste "saindo" da cabeça da pessoa, como de fundos que distraiam muito o expectador desviando sua atenção, fundos que não combinem

harmonicamente com o primeiro plano e fundos muito claros em relação ao rosto da pessoa. Se estiver gravando seu vídeo para web, redobre o cuidado com o fundo. Dê preferência para fundos estáticos e com somente uma cor. Com isso, você dará mais destaque ao assunto principal. Um fundo sem grandes variações ajuda a criar um arquivo menor e mais fácil para transmitir.

7 - Cenas longas são chatas, mostre o que é necessário e relevante.

8 - Falando em enquadramento, um erro comum entre amadores é posicionar o principal elemento da imagem sempre no centro da tela. Esse enquadramento pode ser útil em algumas cenas, mas não é o mais interessante.

Leve a questão da regra dos terços a sério. A imagem é dividida mentalmente em 9 pedaços iguais, com 2 linhas horizontais e 2 linhas verticais que lembram o jogo-da-velha. Em qualquer enquadramento que inclua o rosto de uma pessoa, a melhor posição para se colocar os olhos da mesma é sobre a linha horizontal superior, em uma das 2 intersecções com as linhas verticais. Isso garante espaço suficiente no enquadramento para a parte do rosto acima dos olhos, transmitindo mais harmonia na composição.

A regra dos terços deve sempre ser lembrada e utilizada. Usar os cruzamentos das linhas para posicionar os elementos de interesse sempre trará uma composição mais equilibrada ao seu vídeo.

9 - Lembre-se da mudança de ângulos no enquadramento, sempre que formos gravar o mesmo motivo, é interessante mudar o ângulo em que a imagem é vista. Este é um bom momento para parar a gravação, acionar o zoom e refazer o enquadramento. Procure usar sempre ângulos diferentes na gravação.

10 - Se alguém vai gravar algum depoimento ou entrevista, use um microfone externo, de mão ou de lapela, caso não possua e tenha que utilizar o da própria câmera, vá para um local mais silencioso e fique próximo ao personagem que está sendo gravado. Isso garantirá um som, no mínimo audível, procure locais com uma acústica boa, um quarto com tapete e quadros nas paredes ajuda muito. É importante acionar o botão REC e começar a gravar alguns segundos antes, depois sinalizar ao entrevistado para que comece o seu depoimento. É muito comum entre os amadores, não deixar espaço antes da fala, o que atrapalha a edição ou até mesmo, o corte do início do depoimento.

11 - Se vai fazer uma panorâmica, que é o movimento em que a câmera gira ao redor de um eixo imaginário qualquer, sem deslocar-se, mostrando, por exemplo, uma paisagem ou cenário, grave os primeiros cinco segundos com a câmera fixa e parada, em seguida, sem interromper a gravação, gire a câmera lentamente e com velocidade constante até o enquadramento onde a PAN deve terminar. Nesta posição grave mais cinco segundos de quadro parado antes de desligar. Cuidado, pois este é outro erro frequente dos amadores - o desejo de mostrar tudo. Essas pessoas movem a câmera ligada, de um lado para outro, como se estivessem olhando ao redor, isso na tela é impossível de assistir. Outro erro comum quando se faz uma panorâmica e ir inclinando a câmera, assim começa-se em uma altura e termina-se em outra. Antes de gravar, faça um ensaio.

A panorâmica na web tem o mesmo problema que o zoom. Evite-o.

12 - Prender a atenção de alguém vendo seus vídeos não é tarefa fácil. Faça vídeos pequenos, pense na história, mostre o que é necessário, caso contrário só sua mãe vai achá-los "bonitinhos", porque afinal, mãe é mãe. No início, faça vídeos de 5 minutos no máximo.

13 - Vídeo não é fotografia, ninguém precisa fazer pose. Mantenha a câmera parada e as coisas acontecendo na frente das lentes. Uma das piores coisas que pode acontecer é no momento da gravação as pessoas pararem o que estão fazendo e se prepararem para a "foto". A linguagem do vídeo é dinâmica, ligamos a câmera e deixamos as coisas acontecerem. Em contra partida, a linguagem da fotografia é estática, capta-se um momento, um instante. Evite gravar pessoas em situações que possam causar algum tipo de constrangimento, por exemplo: comendo. Ninguém fica bem na tela mastigando!

14 - A iluminação do ambiente é outro fator importante na hora de gravar o seu vídeo. É claro que você não precisa ter um kit de iluminação profissional, mas o ideal é gravar o vídeo com uma iluminação adequada. Algumas coisas devem ser evitadas.

Os maiores inimigos do vídeo são os contrastes, como muita luz junto com pouca luz na mesma imagem. O controle automático de exposição pode fazer neste caso com que acabemos gravando silhuetas de pessoas na frente de uma janela com muita claridade por trás.

O conhecido "sol na cara" é outra situação, tornando o rosto da pessoa sofrido, tenso. E o "sol a pino" do meio dia, causando sombras excessivamente pronunciadas.

Todas essas situações podem ser resolvidas mudando-se a pessoa de lugar ou o ângulo / posicionamento da câmera. Às vezes isso no entanto não é possível, exigindo recursos adicionais, como rebatedores, telas difusoras e outros.

15 - Observe a imagem das bicicletas abaixo, reconhece o problema? Pois é, esse é um erro muito comum, o uso inadequado ou total desconhecimento do balanço do branco (White Balance), isso deixa as imagens azuladas e com as cores erradas.

O olho humano adapta-se muito facilmente às diferentes fontes luminosas, sem perceber a variação nos tons verde, vermelho ou azul. Por exemplo: ao sair de um interior (totalmente iluminado por luzes fluorescentes) para a rua (iluminada pela luz do sol), é difícil perceber as diferenças no colorido dos objetos. Por outro lado, no cinema, na fotografia e no vídeo, é visível a diferença na tonalidade das cores. Para avaliar corretamente a quantidade de verde, de vermelho ou de azul das fontes luminosas utiliza-se a temperatura da cor - medida que indica a predominância de preto (ausência de cor) até a cor branca absoluta.

Com os equipamentos de vídeo, o ajuste para a temperatura da cor é realizado eletronicamente através de um mecanismo conhecido como WHITE BALANCE ADJUSTMENT ou, simplesmente WHITE BALANCE (balanço do branco).

Uma superfície branca reflete, sem distorções, a luz proveniente de uma fonte luminosa qualquer. Desta forma, quando a cor branca está sendo reproduzida com fidelidade, as outras cores também serão reproduzidas sem tons dominantes de azul, verde ou vermelho. Partindo deste princípio, o mecanismo de white bal proporciona o ajuste eletrônico da cor branca para a temperatura da cor de qualquer fonte luminosa.

É bom lembrar que o white balance deve ser realizado sempre que houver alterações na iluminação da cena. Por exemplo: quando se sai de um ambiente iluminado exclusivamente com luzes fluorescentes para outro iluminado com luz natural, é preciso ajustar o white balance novamente. Portanto, lembre-se disso quando estiver gravando, pois normalmente quando mudamos de local a condição de luz é alterada.

Na maioria das câmeras o ajuste do white balance é um dispositivo bem simples, que se aciona através de uma chave seletora com temperaturas da cor previamente fixadas para as situações mais comuns: luz natural (5.500 K), luz fluorescente (4.200 K) e luz halogênia (3.200 K). No seletor de WB (white balance) encontram-se indicados os seguintes símbolos:

Em algumas câmeras de vídeo, o ajuste white balance pode ser realizado manualmente apontando a câmera para uma superfície branca (uma folha branca, por exemplo), que reflete a luz proveniente da fonte luminosa. É preciso que a íris esteja na posição AUTO e exista luz suficiente para a gravação. Além disso, a superfície branca deve ocupar pelo menos 80% da área do enquadramento. Se não forem observadas estas três condições o white balance ficará ajustado incorretamente. Não é necessário colocar em foco a superfície branca, pois, durante o ajuste do white balance, o que importa é a luz refletida e não a nitidez. Em seguida, pressiona-se o botão WHITE BAL ADJ durante alguns segundos até aparecer alguma informação no visor do tipo WHITE BALANCE 0K, indicando que o ajuste está correto.

16 - Talvez o maior erro básico, seja o acionamento do botão REC, o botão de gravar. Causado pela tensão no momento da captura das cenas, a ansiedade e a pressa podem fazer com que se esqueça de pressionar o botão REC para desligar a câmera. Pronto, a confusão está feita. Enquanto a câmera continua gravando - o chão, a parede, os pés, o interior da bolsa - o camera man pensa que a mesma está desligada.

17 - Vários cuidados precisam ser tomados, a começar pela observação constante e atenta das informações normalmente exibidas junto com a imagem. Indicações importantes, como o tempo restante de gravação e o tempo restante em minutos de carga da bateria, que podem fazer com que percamos oportunidades preciosas. No caso de carga baixa da bateria por exemplo, é possível tomar providências a tempo que, se não resolvem, pelo menos amenizam a situação diminuindo o consumo de energia, como desligar o foco automático, fechar o LCD e trabalhar com o viewfinder e evitar realizar muitos movimentos de zoom. Essas ações podem fazer sua bateria durar minutos preciosos.

18 - Se for gravar o aniversário do seu filho, grave algumas cenas antes dos convidados chegarem, registre o bolo, os doces, a decoração, grave a entrada dos convidados e mais importante, grave as crianças no mundo delas, ou seja, coloque-se na altura delas, isso dará um angulo interessante e dará dignidade a criança. Cenas gravadas do alto, apontando para os baixinhos, os tornam menores, inferiores.

19 - Pensar o que vai ser gravado e se preparar mentalmente é importante. Se possível anote em uma folha a seguencia que irá gravar, isso economizará tempo e lhe dará todas as cenas que precisa para criar o seu vídeo.

Embora essas dicas sejam para melhorar o seu vídeo, ou pelo menos evitar alguns erros básicos, muitas delas podem ser usadas em fotografia.

Seja criativo, boa gravação e até breve.


Se você tiver algum tipo de dúvida sobre esta dica ou qualquer outra dúvida de informática, dê um pulo no Fórum BoaDica (http://www.forumboadica.com.br), onde tem uma galera muito legal que troca idéias, ajuda, participa em diversos assuntos técnicos e com certeza poderão ajudar!

Caso você queira contratar uma empresa para executar os mais diversos serviços, dê um pulo na área de Prestadores de Serviço aqui do BoaDica.

Não deixe de conferir outros artigos aqui na área de DICAS do BoaDica.

Procurando onde comprar seu equipamento? Veja na Pesquisa de Preços BoaDica

 
Indique esta dica Indique esta dica para um amigo

VOLTAR